home

fórum

blogue

facebook

twitter

top sites

mapa do site

privacidade

webmaster

publicidade

 

 

 

 

ISCOS  2/ continuação

 


CASULO

Brachycentrus subnubilus

O casulo é dos melhores iscos para lançamentos e não só. Praticamente todas as espécies são atraídas por este isco, que tem ainda a particularidade de ser luminoso, por isso adequado à pesca nocturna. Quando fresco tem uma consistência/resistência que torna fácil a iscada e ainda um tamanho que a torna atractiva para os exemplares grandes.  Como se apresenta dentro de casulos, a sua extracção dá algum trabalho e exige alguma técnica para não o partirmos. 

Para se  iscar deve espetar-se o anzol pela boca, da mesma forma que se faz para a minhoca e ganso, empurrando com cuidado o corpo até cobrir o anzol.  Há quem prefira iscar começando pela parte contrária à cabeça, embora seja mais trabalhoso e, segundo a minha experiência, menos eficaz. Devido ao seu tamanho pode utilizar-se enrolado.  Fácil de encontrar à venda, mas dependendo muito das marés, pois com marés altas ou vivas não aparece..

 


GANSO

Mais um anelídeo marinho, de tamanho médio, que é um isco óptimo para a maioria das espécies.

Armação da boca do ganso

A  relativa dureza do seu corpo proporciona uma boa resistência ao anzol, o que permite a sua utilização à bóia ou nos longos lançamentos de surfcasting,  sem que se solte. Cada vez mais caro, embora não atinja os preços do coreano, é ainda relativamente fácil de encontrar. A forma de iscar é a mesma dos restantes "primos", embora este dispense a utilização da agulha, devido à grossura do corpo, o que facilita o processo.Mais um anelídeo marinho, de tamanho médio, que é um isco óptimo para a maioria das espécies.

 


 

MINHOCA DE MAR

 

Observando-se a minhoca,  verifica-se que o corpo é formado por uma série de anéis ou segmentos, separados por um sulco que contorna o corpo. Esses segmentos (somitos), que conforme a espécie, variam enormemente, assemelham-se a pequenos anéis, daí serem denominadas genericamente de anelídeos.
Há vários tipos de minhocas de mar, pois a família é grande. São um óptimo isco para praticamente todas as espécies. Frágeis e de conservação difícil durante mais de 24 horas, podem ser  conservadas em água do mar mudada de 10 em 10 horas e mantida em local fresco, (temperatura não superior a 12º) podendo assim sobreviver dois ou três dias. Mortas são de pouca ou nenhuma utilidade.  Para  iscar aperte ligeiramente a parte mais grossa da minhoca   e quando esta expuser o apêndice bucal espete o anzol na boca com cuidado e vá empurrando o resto do corpo até o anzol estar completamente coberto. Não é um isco adequado a lançamentos, pois solta-se facilmente. São fáceis de encontrar em qualquer ponto de venda de isco.

 

 

 

 


 

GANSO COREANO OU COREANA

 

O ganso coreano (ou coreana) apareceu há relativamente pouco tempo no mercado português, mas tem vindo a ganhar terreno aos restantes anelídeos, embora seja mais caro.

 

É de uma vivacidade enorme e resiste bastante, sendo também de uma rigidez aceitável. 

 

A maioria das espécies são atraídas pelo coreano, mas as suas pequenas dimensões e alguma fragilidade não aconselham a sua utilização no surfcasting, embora muitos pescadores o utilizem nesta modalidade e com bons resultados.

 

A melhor forma de se iscar é "cozer" o coreano com o anzol, de forma a mantê-lo vivo e com movimento.

A sua conservação é fácil, podendo aguentar até uma semana dentro da caixa em locais de temperatura não muito elevada. 

 


TRIPA  (Correia)Fotografia de Paulo Sabino "O Pescador"

Trata-se de uma espécie de minhoca achatada, que apenas se encontra na zona sul do país. Bastante cara, é um excelente isco para os grandes robalos e grandes douradas.

Difícil de iscar, já que se parte com muita facilidade e porque segrega uma substância que provoca irritação (do tipo das urtigas), pelo que se deve ter muito cuidado com as mãos que deverão se lavadas de imediato, tendo-se especial atenção em não tocar na vista.

Katembe agradece aos amigos Hook, Pescador e André as informações sobre a tripa

 


MINHOCA BRANCA  (Bicha Branca)

Bastante eficaz para robalos e bailas, muito utilizada no surfcasting e na pesca em barco fundeado, a minhoca branca é difícil de apanhar e cara nas lojas da especialidade. Para se iscar deve apertar-se um dedo abaixo da boca até esta expor o apêndice bucal que se encontra recolhido e cravar aí o anzol por ser a parte mais resistente da minhoca. Deve ter-se algum cuidado com a sua picada, pois além de bastante dolorosa pode provocar alguns problemas mais.

 


anterior  -  seguinte

 

 

 

 

25082011 120x90

FishingFansTop

WORLD-OF-FISHING
cyber-lake.com Top Fishing Sites

Katembe Top Fishing Sites

 


Última actualização / Last updated:   

 

      ALEXA PAGE RANK    Page Ranking Tool     

Visualização 1024 x 768 | © Copyright 2003 - 2014 | Todos os direitos reservados | Propriedade ® KATEMBE | Página alojada por  WebhostptWebmaster