home

blogue

facebook

twitter

publicidade

mapa do site

privacidade

webmaster

 

 

 

 

 

O AJUSTE DA EMBRAIAGEM DO CARRETO (DRAG)

                                                                                                         por Luis Vicêncio

 

Coisa que todos os pescadores fazem é a regulação do drag, embraiagem ou travão dos seus carretos. Mas quando se pergunta a alguém como é que tem o drag regulado, para além de se notar um desconforto evidente, a resposta é invariavelmente, meio aberto, meio fechado, um bocadinho aberto, etc., etc., etc.      


No entanto é extremamente simples regular o drag do carreto de uma forma precisa e com um valor explicito, de modo a saber-se qual a carga exacta que levará este a ceder linha.


Normalmente um carreto deverá ser regulado para uma carga entre 25% e 33% do valor da carga de rotura da linha que contém. E porquê?

Quando um fabricante de linha (mono ou multi) afirma que a linha é de por exemplo 30 Libras (13,6 kg - 1kg = a 2,2046 Lb), está a afirmar que a carga ou tensão de rutura da linha é desse valor. Os testes aos fios são efectuados por aparelhos de tracção que aplicam carga crescente e constante até à rotura, e estes valores serão meramente indicativos.

No entanto, nada disto se passa na pesca.


1º Quando pescamos as linhas possuem nós, o que lhes diminui de imediato a resistência.

2º Nenhum peixe exerce uma tracção constante crescente na linha, sendo que pelo contrário, o mais usual é que o peixe produza nelas cargas de impacto, que no seu ponto máximo podem ser 3 a 4 vezes superiores á tensão de rotura da mesma. Numa linguagem simples, se segurarmos um cordel entre as mãos e fizermos forças opostas poderemos não o partir, mas se lhe dermos uma relativa folga e dermos um esticão, partimo-lo de certeza.

Ora então se temos no nosso carreto uma linha de 13,6 kg ou 30 libras, vamos regular o drag para a soltar com uma carga entre 3,4 kg e 4,5 kg com a cana firmemente segura e ajuda de uma balança digital e/ou conforme a figura seguinte:

 

 

 


 


 

Esta calibragem deverá fazer-se de menos para mais e nunca ao contrário de modo a não sujeitar a linha a esforços repetidos e desnecessários durante muita vezes. Quando chegarmos ao valor pretendido, basta fazer uma marca com uma caneta daquelas para escrever em CD no anel da bobina e saberemos sempre que naquele local o drag está afinado para X kilos.

Também se pode fazer esta afinação com a cana deitada e a linha a sair no seu eixo horizontal, isto é, sem fazer força nos passadores, mas aí deverá regular-se o drag para 15% do valor de rotura da linha conforme imagem seguinte, no caso para uma linha de 12 Libras (5,8 kg).

 





É fácil e não é só no Big Game que esta afinação é essencial.


Luis Vicêncio

 

 


 

 

 

 

 

 

 

Vídeos Katembe

Feira da Ladra - Lisboa

WORLD-OF-FISHING

 

 

 

 

 

 

 

 


Última actualização / Last updated:   

 

        Page Ranking Tool    

Visualização 1024 x 768 | © Copyright 2003 - 2017 | Todos os direitos reservados | Propriedade ® KATEMBE | Página alojada por LusoAlojaWebmaster